Home > Dicas > Socorro! Acabei de comer e já estou com fome!

Socorro! Acabei de comer e já estou com fome!

Conheça os tipos de fome e os motivos que podem levar a comer mais

Tudo tem limite. A fome também deve ter. Afinal, este comando traz com ele, consequências desastrosas que muitos de nós conhecemos muito bem: Obesidade, colesterol elevado, triglicérides nas alturas, sem falar na tal da glicose alta, entre outras.

Muito bem, vamos falar um pouco sobre a fome, as melhores maneiras de saciá-la e quando ela é um alerta de que algo está errado. Vamos entender um pouquinho mais: A fome física, também conhecida como fome fisiológica, é a que se refere às nossas necessidades de nutrir o corpo, ou seja, de comer para sobreviver. É a necessidade de repor as energias perdidas no dia-a-dia e por este motivo, não depende muito da nossa vontade. O corpo simplesmente emite o sinal de que nossas necessidades nutricionais precisam ser supridas. É a fome que sustenta a vida.

Mas também existe um outro tipo, é a fome emocional. A fome emocional ou psicológica é bem mais complexa do que a fome física, pois ela não está relacionada à sustentação da vida. É esse tipo de fome que desperta a vontade de comer, independente de se estar saciado, satisfeito ou até já estar passando mal. É ela que faz engordar, pois ela faz comer sempre mais e mais por vários motivos, como por exemplo:

  • Comer por que a comida está lá disponível;
  • Comer por que alguém se preocupou em preparar a refeição; 
  • Comer por estar frustrado, triste, feliz demais…
  • Comer por que se tem pena de jogar a comida fora; 
  • Comer por sentir-se ansioso;
  • Comer por que aconteceu algo ruim ou algo bom demais…etc.

Eu separei 4 dicas pra você tentar driblar essa fome louca:

  1. Para deixar de ser uma pessoa compulsiva, você deve aprender a se comportar e agir como uma pessoa normal diante da comida, sem se deslumbrar diante dela;
  2. Espere sentir a fome do estômago e não siga um horário pré-determinado para se alimentar. O importante é que você passe a se alimentar de acordo com a sua fome;Não pense na dieta quando o seu estômago der sinal de fome. Não se prive, pois a privação de comida leva à compulsão alimentar;
  3. Se você se identificou como uma pessoa compulsiva, não tente resistir a esse processo e não tenha medo do descontrole alimentar. Lembre-se que a única fome insaciável é a fome emocional;
  4. Não se culpe, não xingue e nem fique frustrado se houver uma recaída. Elas podem acontecer durante o período que você está lutando para controlar a sua compulsão. Apenas reconheça o que fez e esteja disposto a tentar novamente. Espere a fome física chegar.

E para finalizar, não se esqueça que a cura da sua compulsão é o que te fará emagrecer de maneira definitiva e melhorar a sua qualidade de vida.

Vale também lançar mão da velha e boa dica de comer em um prato menor: de acordo com um estudo da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, servir a comida em um prato menor faz com que as pessoas comam menos. Os pesquisadores afirmam que reduzir o tamanho do prato pode diminuir o consumo em até 16%, ou seja, menos 280 calorias da sua refeição. Ótima estratégia, não?

Mastigar bem e devagar faz com que você demore mais para fazer a refeição e, assim, seu cérebro processará a sensação de saciedade antes mesmo de você terminar a refeição.

Ah! Evite comprar o que você Não deve comer: sabe aquele costume de comprar uns biscoitos “só para ter em casa”? Esse tipo de atitude deve ser evitado. Você sabe que se tiver algumas guloseimas na despensa não vai conseguir resistir, então nem as compre.

Alimentos como fibras e proteínas tem sua absorção mais complicada, uma vez que carboidratos e gorduras não exigem tanto do organismo para sua completa digestão.

Manter o organismo o “tempo todo” trabalhando, digerindo é uma ótima estratégia, funciona muito bem, só não funciona quando mantemos o organismo funcionando com alimentos inadequados.

Franciane de Moraes Froes – CRN: 3-28325 – Araçatuba-SP
Nutricionista do Software NutriOnline
www.nutri.online

NutriOnline
NutriOnline é uma plataforma científica que oferece dados estatísticos e melhorias no atendimento nutricional.
http://www.nutrionline.com.br