Home > Dicas > Exercícios Físicos na Terceira Idade

Exercícios Físicos na Terceira Idade

A prática de exercícios físicos na terceira idade melhora a capacidade física e torna melhor a vida, em vários aspectos

Exercícios Físicos na Terceira Idade

O século XXI está sendo povoado cada vez mais por pessoas da melhor idade, ou seja, aqueles que já passaram dos 60 anos. A cada ano cresce o número de idosos em meio a nossa sociedade, concomitantemente, cresce a preocupação com a qualidade de vida destas pessoas.

O processo de envelhecimento é acometido por algumas degenerações naturais no indivíduo, como por exemplo, perca de massa muscular, flexibilidade, força, massa óssea, equilíbrio, aumento da gordura corporal, diminuição das capacidades neurais, cardiovascular, pulmonar, assim como problemas sociais devido à perda de amigos e familiares. Tudo isso, se não for bem administrado, pode ainda levar ao quadro de depressão e morte.

Mas então, o que fazer para encarar esse processo natural da vida sem sentir tanto esses efeitos? Como superar essas perdas? Existe um caminho de esperança para o idoso?

Com certeza existe. E digo mais, existem alguns caminhos alternativos que levam a uma velhice saudável e agradável. Uma velhice cheia de vida. Este caminho é formado pela junção de pelo menos três estradas principais: a da boa alimentação, a da prática sistemática de exercícios físicos e a do convívio social.

Uma boa alimentação, com equilíbrio entre os macro e micronutrientes garantem um bom funcionamento do organismo e uma manutenção do equilíbrio energético de um individuo. O convívio social pode ser facilmente conquistado com a participação em eventos de igreja, de bairros, e na própria prática de atividades físicas comunitárias, participação de grupos de corrida/caminhada ou mesmo ao se inserir em um ambiente como as academias de ginástica.

A estrada dos exercícios físicos é uma das quais garantem ao idoso uma velhice cheia de energia, de vigor. Ao praticar sistematicamente algum tipo de exercício físico, seja ele caminhada, corrida, musculação, o idoso consegue minimizar os efeitos deletérios do envelhecimento citados no inicio deste texto.

Dentre os benefícios que os idosos conquistam, podemos destacar: aumento da força muscular, controle do peso corporal, aumento da autonomia e da sensação de bem estar, melhora da flexibilidade, maior equilíbrio e coordenação, aumento dos reflexos, melhora no condicionamento físico devido uma melhor capacidade cardiorrespiratória, dentre vários outros.

A conquista destes benefícios auxilia a evitar quedas e a melhorar o aspecto cognitivo dos idosos, melhorando desta forma, a memória destes indivíduos. A liberação hormonal de beta-adrenérgicos ainda garante uma maior sensação de prazer, o que diminui e previne quadros depressivos.

Portanto, a dica que deixo, para aqueles que estão entrando na seleção da melhor idade, é procurar uma atividade que lhe dê prazer e que possa realizá-la de forma sistemática. E lembrem-se, nunca é tarde para correr atrás daquilo que lhe faz bem. Procure um bom profissional e vá à luta.

Um ótimo fim de semana a todos e fiquem ligados nas próximas dicas!

 

Flávio Canova
Graduado como bacharel em Educação Física pela UEM e pós-graduado em Atividade Física para a Saúde e Trenamento pelo Cesumar.
http://www.flaviocanova.com